Google+ Followers

Ao me seguir, será um prazer te seguir também!

Comentários, responderei em seu blog, obrigado pela visita!

FAÇA UM COMENTÁRIO SOBRE ESSA POSTAGEM!
Obrigado!

sábado, 15 de outubro de 2011

Estamos assustados

                           A violência está tomando de conta de nós, saímos de casa e não sabemos se voltamos com segurança. Os homens parecem um barril de pólvora se explodem por qualquer fagulha, no transito se matam por um simples fechamento, jovens estão sendo consumido por drogas, casais se separam por motivo fútil, há assassinato em toda camada da sociedade até numa simples discussão de vizinhos.
   Todo dia é uma competição por espaço e poder, a disputa por capitalismo está deixando os homens com os nervos a flor da pele, desde os tempos remotos o homem já disputavam comida e espaço mas hoje com a educação e a tecnologia  a disposição de todos, a  violência esta presente em todo canto do mundo cada dia mais forte, ante de tomar qualquer atitude de violência pense duas vezes se vale a pena.
 Sera que vale a pena?  

terça-feira, 11 de outubro de 2011

Armas de guerra

Os maiores aviões militares do mundo









os maiores  jatos de guerra do mundo


                                   


===========================================================================================================================================================================================================================






     COMO FUNCIONA A BOMBA NUCLEAR?


Depende. É que existem dois tipos: a bomba atômica convencional, que nem as que destruíram as cidades japonesas de Hiroshima e Nagasaki em 1945, e a apocalíptica bomba de hidrogênio, até 6 mil vezes mais poderosa que a outra – e que você vê aqui ao lado. Então vamos por partes. Na convencional, uma carga de dinamite faz com que átomos de urânio ou de plutônio a, relativamente fáceis de "quebrar", se rompam – por causa disso, o nome dela é bomba de fissão. Mas quebrar um núcleo atômico não é igual a quebrar uma pedra. É que o peso somado dos cacos fica menor que o do átomo original. Depois da quebra, parte da matéria que o formava se transforma em energia pura b.
2. Olhando no zoom lá em cima, não parece grande coisa. Mas o fato é que qualquer grão de matéria contém uma quantidade absurda de energia. Tanto que bastou um montinho de urânio do tamanho de uma bola de tênis para a que a bomba de Hiroshima produzisse uma força equivalente à de 15 mil toneladas de dinamite (ou 15 quilotons) e levantasse um cogumelo atômico de 8 km. Hoje, a potência das bombas de fissão está na faixa dos 500 quilotons. Achou muito? Então você ainda não viu nada.
3. Em 1949, a União Soviética testou sua primeira bomba atômica. Os EUA, então, responderam com fogo. Muito fogo: a bomba de hidrogênio. Ela funciona de um jeito oposto ao da bomba de fissão: em vez de quebrar átomos, os gruda uns nos outros. É um jeito mais eficiente de arrancar energia a partir de matéria – tanto que esse é o método usado pelo próprio Sol para gerar calor. Bom, para começar, a espoleta c dela é uma bomba de fissão. Ela serve para que a temperatura lá dentro da ogiva fique equivalente à do interior do Sol (uns 15 000 000 oC).
4. O combustível da bomba é o mesmo do Sol: átomos parentes hidrogênio (que têm só um próton). Eles embarcam na bomba "impressos" num cilindro de metal d. Quando você coloca esses átomos sob temperatura e pressão infernais, eles tendem a se juntar e. A fusão forma um átomo de hélio f e um nêutron g. De novo, a soma do peso do que sobra é menor que o dos átomos originais. E essa diferença vira energia. Só que desta vez é muito mais: a primeira bomba de hidrogênio, de 1952, tinha 20 mil quilotons (ou 20 megatons) e gerou um cogumelo de 41 quilômetros de altura. Se fosse jogada em São Paulo, mataria pelo menos 2 milhões de pessoas. E olha que as maiores bombas da história chegam a 100 megatons.                                               
****  
 *********************************************************************************                                             






                                          BOMBA ELETROMAGNÉTICA

                     As bombas eletromagnéticas pertencem à categoria das chamadas armas de energia direta - mais exatamente, à família das “microondas de forte potência” (MPF ou, em inglês, HPM, high power microwaves weapon). Não pertencem mais ao domínio da ficção científica. “Tais armas se inserem na evolução lógica das tecnologias de ataque e defesa”, comenta François Debout, subdiretor das estratégias técnicas da Diretoria Geral para Armamentos (STTC-DGA) francesa. Neste caso específico, trata-se de aparelhos de diferentes tamanhos (da valise ao caminhão), compostos de uma fonte de alimentação, de um gerador de impulso, de um tubo hiperfreqüência e de uma antena capazes de produzir impulsos eletromagnéticos muito breves e muito poderosos, com freqüência, alcance e direcionamento variáveis.
Seu impacto direto sobre os seres humanos é considerado nulo, na falta de prova em contrário. “Devido à brevidade dos impulsos microondas”, explica Debout, “não se produz agitação das moléculas de água suscetível de gerar uma elevação da temperatura corporal.” Em outros termos, essas microondas, teoricamente, não têm tempo de “cozinhar” os seres vivos que se encontram em seu raio de ação - salvo em casos de alguma falha que provoque uma exposição prolongada. Em contrapartida, todos os equipamentos elétricos e eletrônicos são vulneráveis a esses impulsos. Tanto mais que a miniaturização dos componentes aumenta sua sensibilidade ao meio eletromagnético.


                     **********************************************************************************
 século XX ficará, talvez conhecido como aquele em que uma parte da humanidade atingiu incomparáveis níveis de bem estar, tendo-se também registado extraordinários avanços tecnológicos e científicos em todas as áreas. Apesar de tudo isto, será também recordado como o século em que o extermínio de milhões de seres humanos ultrapassou todos os limites.
Deus criou o ser humano p/ viver em armonía com outros independente de cor, raça, religião, mas a ganancia e poder de controle fizeram com que  a supremacia de outras nações ou ditadores sem nenhum escrúpulo ordenar verdadeiros massacre em beneficio próprios e com isso as industrias da guerra faz máquinas cada vez mais sofisticada e mortífera para suprir o poderio militar dos países. As guerras ceifam milhares de vidas inocentes , muitos soldados matam seus inimigos sem nem mesmo saber o motivo p/ qual ideal está matando incentivado apenas por palavras de seus governantes.  Americanos e Europeus despejam milhares de toneladas de bombas sem saber quem está morrendo pessoas que as veses não tem nada a ver com a guerra.
Um dos casos mais recentes é a guerra da Libia muitos rebeldes ou seguidores de Muamar Kadafi estão se matando sem nem mesmo saber o porque, enquanto que milhares de vidas se vai sem causa justa . Onde está o amor pelo proximo???Será que essas pessoas acreditam em DEUS???

NOVOS AMIGOS



Obrigado Amigos !

A internet é o meio mais rapido de comunicação!

Obrigado a todos que visitam e participam do meu trabalho !!







Postagens populares

Feedzilla: Animais News

Feedzilla: Celebridades News

Ocorreu um erro neste gadget

Anuncie na internet

postagem recente

Pesquisar mais blog

Meus Arquivos (blog)

ponta porã motorcycles 2011

Loading...

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

relogio